Ascensão e queda do sistema binominal Chileno

Marcelo Borel

Resumen


Este artigo busca discutir o sistema binominal por três aspectos: a sua origem, o seu funcionamento, e seu termo. Primeiramente, é feita uma digressão histórica que toca na origem do sistema binominal, levando em sua elaboração e os objetivos para os quais foi pensado para, a partir disso, averiguar se o binominal é capaz de cumpri-los. Em um segundo momento, são explicitadas as principais críticas feitas ao funcionamento do sistema binominal, e expostos alguns dados empíricos que clareiam o debate acerca dessas críticas. Num terceiro momento, são explicadas as alterações feitas no sistema eleitoral chileno com a aprovação da Lei nº 20.840 para, posteriormente, verificar se esse novo modelo a ser inaugurado em 2017 consegue dar respostas corretivas aos problemas anteriormente identificados no funcionamento sistema binominal para com a democracia chilena.


Palabras clave


Binominal; reforma eleitoral; sistemas eleitorais; política chilena; partidos políticos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.32735/S0718-6568/2019-N54-1404

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2019 Polis Revista Latinoamericana

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento 4.0 Internacional.

Universidad de Los Lagos
Centro de de Estudios del Desarrollo Regional y Politicas Públicas-CEDER
República N° 517
Santiago - Chile
Tel.: (56-2) 2675 3064 - 2675 3000